Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2009

Senta aí e lê!!!!

Eu gosto de cada centímetro do nosso amor intenso. Gosto até das tuas manias, algumas um tanto quanto insuportáveis. Gosto da maneira como tu fala pelos cotovelos quando a gente se encontra, parecendo ter medo de não dar tempo de contar tudo. Gosto de como tu me olha quando tu está falando e eu, distraída, comento sobre algo que está passando na TV, é um olhar do tipo: POXA, NÃO ESTÁ PERCEBENDO QUE EU ESTOU COMPARTILHANDO CONTIGO ESSE ASSUNTO? E quando eu te interrompo? Daí o olhar vira palavras.
Gosto do jeito que tu diz que me ama, inclusive quando não diz. Gosto do teu bom humor matinal forçado, só para manter o meu bom humor natural. Gosto de sentar no sofá, ver TV e discutir horas sobre um determinado assunto, e depois de horas passadas a gente se olhar e se perguntar porque estamos discutindo sobre esse assunto? Gosto da maneira como tu te justifica, SEMPRE que fala do passado. Gosto do teu abraço, do teu cheiro, do teu beijo, dos teus olhos e principalmente DO TEU OLHAR, que fala…

O mundo real...

The Cranberries - Dreams

Um belo dia eu acordei e percebi que o mundo era menos rosa do que eu havia imaginado. No início achei cruel, simplesmente assim, sem mais nem menos, eu era Lili no País das Maravilhas, e acordei no mundo real...
No mundo real, a maioria (sempre há exceções) das coisas não saem como a gente planeja. No mundo real, todo mundo está mais preocupado com os seus problemas, e aquela estória de conta sempre comigo, é a maior balela já inventada. No mundo real, todo mundo tem afazeres, e esses afazeres tomam todo o tempo do dia, e quase nunca sobra tempo pra ligar pra quem a gente sente saudades, ao menos pra dizer isso pra pessoa. No mundo real, todo mundo é egoísta, eu também sou e você também é, isso não é um defeito, e sim uma necessidade, ou melhor, uma conseqüência da falta de tempo para repararmos no que os outros esperam da gente, porque a única coisa que eu tenho certeza, é que no mundo real, “os outros” ESPERAM que eu saiba exatamente o que eles realmente espe…

Pra RECOMEÇAR!

Barão Vermelho - Amor Pra Recomeçar


Hoje acordei com uma felicidade absurda... Sabe aqueles dias que a gente abre a janela e dá bom dia até para o vizinho insuportável, até pro passarinho que começou a cantar as 5 da manhã, até pro filho da puta do pedreiro que começa a martelar na casa da frente as 8 da manhã?! Sentimento inigualável, bom humor matinal, felicidade... Mas não uma felicidade absurda por ter conquistado tudo que se quer na vida... Felicidade por conseguir enxergar as coisas mais lindas e simples que a vida pode nos oferecer...

Não canso de falar por aqui, que a vida sempre nos apresenta oportunidades novas a cada amanhecer, é como se nos fosse dado uma nova chance, pra colocar tudo nos eixos... Adoro os dias que acordo e percebo que estou tendo uma nova chance, assim descubro que nem tudo está perdido, que ainda posso modificar as coisas que não me agradam e ainda posso me esforçar para melhorar a minha vida...

Ontem li uma frase e refleti em cima dela: Todos ganham presen…

Quanta coisa mudou?

Cpm 22 - Apostas e Certezas


Acabei de ler um email agora, e me peguei pensando na seguinte questão: QUANTAS COISAS MUDAM EM 1 ANO? 

Exatamente a 1 ano atrás eu estava enlouquecida com o meu TCC, "gostando" de 3 caras diferentes, pegando 1 só na verdade, os outros dois já tinha pegado, e já tinha desapegado, mas queria pegar de novo... Achava que minha vida amorosa não tinha mais solução, que o meu tcc ia ficar uma merda, que a vida estava um saco e pensava em montar um curso de pós-graduação em gerenciamento de pintos... hahahahahaha Na época não citei isso no post, mas era exatamente este o assunto do TCC fictício e da pós, onde eu seria a diretora e coordenadora geral...
Quantas coisas mudam em um ano? O que você estava fazendo/pensando há 1 ano atrás? Sua vida mudou? Ficou do jeito que você imaginava? Melhor? Pior? 
Sobre as suas experiências não posso falar, mas sobre as minhas, e dessas eu entendo bem, posso arriscar...
Minha vida mudou muito, tudo que eu me preocupava naque…

A de verdade - Tati Bernardi

Eu sei que ele dormiu aí com você, sua puta, piranha, vaca, vagabunda. E desligou na minha cara. Péssimo jeito de acordar. Nunca fui amiga da garota e nem ia com a cara dela. Se quisesse xingar alguém, que xingasse o peso morto que roncava ao meu lado. Esse sim tinha aprontado. Eu não. Eu só estava com medo de atravessar a cidade inteira para voltar a pé para o meu hotel e pedi uma ajuda. Que virou um beijo numa pracinha com vista para a Costa Azul. Que deu naquilo. O peso morto que agora roncava ao meu lado. Deu naquilo. E na pobre namorada no Brasil que devia ter passado a noite em claro ligando no celular dele, no hotel dele, no celular dos amigos dele, no hotel dos amigos dele, até chegar, as duas da tarde, no número do meu quarto. E me acordar. Com a voz entre o pato choroso e a gralha assassina. Mas o que eu tinha a ver com isso? Homens traem, querida. Você não quis ter um namorado? Azar o seu. Eu pensei. Na época. Época em que eu não namorava ninguém nem amarrada. Preferia essa…

Nova X Velha

Bryan Adams - Please Forgive Me


Eu ainda não consigo descrever a nova Lili... Mas eu sei que ela é exatamente como eu imaginava... Doce, calma, meiga, chorona, boba, beija o príncipe e volta a acreditar em contos de fadas...

A velha Lili era terrível... Não acreditava em nada que pudesse se mover... Só acreditava em coisas concretas... Coisas abstratas, nem pensar...

A nova Lili gosta de ar fresco, gosta de acordar mais cedo... Gosta de andar de bike, gosta de comer comida de verdade e não gosta mais tanto de doces...

A velha Lili não tinha noção alguma sobre cuidados com ela mesma... Fumava feito uma turca, dormia pouco, comia muito mal, era muito baladeira, tomava muita cerveja e era muito estressada...

A nova Lili é uma criança, a velha Lili era uma... velha...

A nova Lili acredita que todo mundo tem salvação, que nada é definitivo, mas que algumas coisas simplesmente são para sempre, mesmo que ela não consiga explicar isso de forma concreta...

A velha Lili achava que para sempre era algo…